7 Dicas para pintar as 

paredes sem erro

A Zanotelli apresenta dicas e truques imperdíveis que vão te ajudar a pintar as paredes da sua casa

1.png
1.png

Mudar a cor das paredes pode transformar um espaço e dar uma cara completamente nova a um cômodo. Por isso, se você está buscando renovar o visual da casa sem passar por grandes reformas, pintar as paredes pode ser uma excelente alternativa.

 

Renovar a pintura da casa é um hábito muito comum e, muitas vezes, pode parecer mais fácil do que realmente é. Dessa forma, muitas pessoas acabam se aventurando nessa tarefa sem a ajuda de um profissional.

No entanto, por mais simples que possa ser, é necessário tomar alguns cuidados, a fim de evitar erros que podem gerar prejuízos e futuras dores de cabeça.

Pensando nisso, preparamos este post com dicas e truques imperdíveis que vão te ajudar a pintar paredes sem erros. Confira!

1. Tenha as ferramentas adequadas em mãos

O segredo para uma boa pintura não está somente na técnica e na habilidade, mas também, e sobretudo, no uso das ferramentas corretas e necessárias, que são fundamentais para obter o melhor resultado.

Por isso, tenha em mãos os seguintes acessórios:

  • Espátulas;

  • Desempenadeiras;

  • Lixas;

  • Rolos para pintura;

  • Extensor de rolos;

  • Trinchas e pincéis;

  • Bandeja para tinta;

  • Misturador de tinta.

2.png
3.png

2. Verifique o estado das paredes

A qualidade final da pintura vai depender do estado em que a parede se encontra. Por isso, observe se a parede não está descascando, se há buracos ou infiltrações. Verifique também se a superfície está limpa, firme e livre de poeiras e gorduras. Se for o caso, faça as correções necessárias e, só então, comece a cuidar dos detalhes da pintura.

4.png

3. Proteja os pisos e demais objetos

Antes de colocar a mão na massa é necessário proteger o piso, móveis, portas e janelas contra os respingos de tinta e possíveis danos. Para isso, utilize uma lona plástica (ou jornal, se preferir).

Cubra todo o chão e os demais itens que necessitam de proteção e prenda a lona com fita crepe para que ela não escape.

4. Tenha cuidado ao lixar as paredes

Preparar a parede é essencial para garantir uma boa pintura, e, para isso, é necessário tirar o excesso de reboco com uma lixa grossa.

Porém, é preciso ter muito cuidado para não passar a lixa com muita força, pois isso pode provocar ranhuras e danificar a superfície.

5.png
6.png

5. Atente-se na hora de escolher a tinha

Quando aplicada na parede, a cor da tinta pode ficar diferente da que consta no catálogo. Por isso, antes de comprar a lata, recomenda-se adquirir um galão pequeno apenas para teste.

Para paredes em ambientes externos, prefira tintas com características hidrofílicas, que são mais resistentes e facilitam a limpeza.

6. Calcule a quantidade necessária de tinta

Saber a quantidade necessária de tinta é importante para evitar a falta ou o excesso do produto.

Para isso, você deverá calcular o tamanho da área a ser pintada. Meça a parede e multiplique pela altura do pé direito (altura do chão ao teto). Em seguida, multiplique essa metragem pelo número de demãos (geralmente, 2 ou 3 são o suficiente). O resultado é equivalente a metragem total.

Algumas latas de tinta indicam a área a ser coberta. Mas, em todo o caso, os vendedores também podem auxiliá-lo a respeito da quantidade necessária.

7.jpg
8.png

7. Hora da pintura

Mexa a tinta com a trincha e, com muito cuidado, pinte uma faixa horizontal rente ao teto. Em seguida, com o auxílio de um rolo, dê cor ao restante da parede, sempre seguindo a posição vertical.

Recomenda-se aguardar cerca de 4 horas entre a aplicação de uma camada e outra.